Vida de Mãe

publicidade
17 de dezembro de 2013 • 15h15 • atualizado às 15h16

Mulher posta foto de corpo com marcas da gravidez e faz sucesso na web

A australiana Taryn Brumfitt já apostou em dieta rígida e treinamento pesado, mas percebeu que deve amar seu corpo como ele é

Foto: Reprodução
 

A americana Maria Kang, de 32 anos, causou polêmica ao colocar no Facebook uma foto em que exibe sua boa forma ao lado dos três filhos com a pergunta “qual é a sua desculpa?”, já que muitos encaram aquilo como um insulto e uma humilhação para os que estão acima do peso. A australiana Taryn Brumfitt, 35, por sua vez, tornou-se sensação na internet ao publicar fotos de antes e depois do nascimento dos três filhos, agora com quilos a mais e barriguinha. Os dados são do jornal Daily Mail.

“Nossos corpos vão passar por muitas mudanças em nossas vidas. Nossos corpos mudam com o envelhecimento, gravidez, doença, perda de peso, ganho de peso, a lista continua. Uma coisa que devemos fazer é aprender a amar os nossos corpos antes, durante e depois”, disse Taryn.

Tornar-se confortável com sua imagem pós-gravidez não foi algo simples para Taryn. “Comecei a odiar meu corpo depois que tive meu primeiro filho Oliver, há sete anos. Lembro-me de tomar banho depois de dar à luz, olhar para a minha barriga e ficar horrorizada com sua forma.” 

Em 2012, ela decidiu participar de um concurso de biquíni e apostou em treinamento pesado e dieta rígida por 15 semanas, conseguindo emagrecer 15 kg. Também chegou a pensar em cirurgia plástica. “De repente, pensei ‘como vou ensinar minha filha Mikaela a amar incondicionalmente o seu corpo se eu não posso fazer o mesmo?’ Foi quando comecei a fazer mudanças e decidi sentir-me bem comigo mesma”, contou.

Hoje, com dieta equilibrada e exercício físico moderado mantém a saúde, mas sem um corpo escultural. “A ironia é que acho que sou mais saudável agora do que quando estava na competição. Saúde engloba a sua saúde mental também e acho que as pessoas se esquecem disso”, comentou. Criou o site Body Image Movement, que incentiva as mulheres a se amarem como são.  

Sobre a polêmica do corpão da Maria Kang, disse que “ficar como ele (para a maioria das pessoas) é completamente factível, se você está disposto a sacrificar a maioria das coisas que você ama”. E acrescentou que se sentia uma mãe egoísta quando estava obcecada com sua forma em vez de passar tempo com os filhos.

Ponto a Ponto Ideias