Amor e sexo

publicidade
19 de agosto de 2012 • 19h28

Viagem a dois: aproveite o momento e descubra 6 coisas sobre ele

A proximidade trazida por uma viagem a dois pode ser a chave para saber mais sobre a personalidade do parceiro
Foto: Getty Images
 

Você está em um relacionamento e tudo está indo muito bem, mas ainda não se sente confortável para evoluir para um passo mais sério, como casar ou morar junto. Uma boa ideia, sugerida pelo site Madame Noire, é fazer uma viagem junto com seu parceiro. A proximidade trazida por este convívio mais estreito pode te ajudar a descobrir alguns aspectos sobre a personalidade do gato. Confira.

Ele é desleixado: se ao final dessa viagem você estiver tropeçando nas peças de roupas dele, descobrirá que organização não é uma de suas qualidades. Se você é daquelas que gostam de dar uma varrida na casa diariamente, deve se perguntar se saberá lidar com isso. Se o desleixo começar colocar a sua paciência à prova, você então deve pedir, gentilmente, que ele recolha as roupas. Se ele ficar irritado com isso, fazendo com que você o trate como uma criança, talvez ele não seja mesmo o homem certo para você. No entanto, se o seu apreço por limpeza começar a se tornar algo sufocante, então vocês dois devem encontrar um equilíbrio.

Resolvendo problemas: ir para um lugar diferente é uma ótima oportunidade para se verificar como o seu parceiro lida com a pressão. Ele prefere que você conduza os programas ou se antecipa sempre? A sua reação diante do comportamento dele pode mostrar o que você espera ou precisa de um homem. Você prefere aqueles homens que gostam de resolver problemas sem questioná-la, ou prefere cuidar das coisas sozinha? Use este tempo para refletir sobre isso.

Decepções: nas férias, assim como na vida, as coisas nem sempre saem como o planejado. Muitos incidentes podem atrapalhar a viagem, deixando você e ele chateados. Mas atenção: ele está descontando as frustrações em você? Algumas pessoas não sabem lidar bem com as decepções, e, quando as coisas não saem do jeito que imaginavam, perdem o controle. Se você é do tipo que vê o lado positivo de tudo, tentar conviver com alguém que precisa o tempo todo ser colocado para cima pode ser um pouco cansativo.

Compromisso: vocês tiveram um longo dia de caminhada. Ambos estão com fome. O problema é que você quer comida indiana e, ele, italiana. Ambos os restaurantes ficam na mesma distância, a pelos menos 30 minutos de onde estão. O que ele sugere? Ele insiste na massa ou sugere que ambos comam um hambúrguer e tentem um italiano ou indiano no dia seguinte? Nos relacionamentos, todos têm que ceder - não dá para ser do jeito dele toda vez. Um homem que não tem compromisso com as suas necessidades tem bem menos chances de ser um bom parceiro.

Grosserias: uma viagem é uma ótima oportunidade para que você avalie como seu parceiro interage com as pessoas que servem vocês. Se o relógio dele foi parar embaixo da cama, ele automaticamente assume que algum empregado o roubou, antes mesmo de procurar pelo quarto? Ele é do tipo que gosta de estalar os dedos para os garçons? É alérgico a gorjetas? Todos estes comportamentos são indicadores de personalidade. Pergunte a você mesma se pode lidar com isso.

Festa ou cama: para algumas pessoas, férias significam uma pausa nas pressões do dia. Para outros, é uma oportunidade para se jogar em novas aventuras. Digamos que vocês escolheram passar férias na Flórida. Imagine que, enquanto você quer passar o máximo de tempo possível nas praias, ele só pensa nos parques. Quando se tira férias com alguém, ambos têm que ter os mesmos objetivos para que os passeios legais não acabem se tornando um tormento. Faça um roteiro antecipadamente ou esteja disposta a trabalhar estas diferenças durante a viagem.

 

Terra Terra