publicidade

Mulheres traem tanto quanto os homens, diz estudo

Público feminino usa motivos emocionais para cometer adultério
Foto: Getty Images
 

Elaborar uma estatística do adultério feminino é uma tarefa árdua, já que elas não irão arriscar os casamentos contando casos de traição. Estudos universitários mostraram que, embora os dados antigos apontem que cerca de 20% a 25 % dos homens e 15% a 20% das mulheres mantenham casos extraconjugais, as mulheres podem ser tão traidoras quanto os homens. As informações são da Glamour.

Segundo a pesquisa, a mulher, ao contrário dos homens, trai por razões emocionais. Por exemplo, para se sentir desejada, ser compreendida ou se sentir mais bonita.

A infidelidade ainda é considerada um problema masculino, mas as necessidades emocionais não atingem apenas as mulheres. Os homens também querem ser desejados e compreendidos, no entanto não usam estas razões como justificativas à traição.

Terra