Amor e sexo

publicidade
04 de dezembro de 2013 • 09h19

Livro propõe 7 dias de sexo para recuperar intimidade no casamento

'7 Dias de Intimidade' propõe desafio para casal recuperar a paixão, a proximidade e melhorar a vida sexual; confira trechos

Livro propõe Sexperiência para melhorar o casamento
Foto: Getty Images

O casal mundialmente famoso de conselheiros matrimoniais Ed e Lisa Young acaba de lançar mais um livro no Brasil, chamado 7 Dias de Intimidade. Em 10 capítulos, eles dão passos práticos para que, depois de anos de casamento, as pessoas recuperem a intimidade e melhorem a vida sexual.

O livro explica como entender o sexo e suas repercussões emocionais, físicas, do relacionamento e espirituais. Por isso, eles propõe a Sexperiência, na qual o casal fará sexo todos os dias por uma semana na tentativa de recuperar a intimidade e a excitação. 

Por meio de passos práticos, os autores promovem também lições de fundo emocional, econômico, psicológico e espiritual. Confira abaixo alguns trechos do livro:

Os autores começam com alguns princípios básicos que devem ser levadas em conta desde o início da Sexperiência. São eles:

Estabeleça metas
Para chegar intencionalmente a algum lugar, você deve primeiro saber para onde está indo. Sente-se com seu cônjuge e defina metas a respeito do que vocês querem aprender sexualmente sobre um e sobre o outro. Fale sobre a frequência com que você espera ter relações sexuais e outras áreas tangíveis que estejam relacionadas à sua vida sexual um com o outro.

Livro indica caminho prático para recuperar a intimidade e desejo sexual entre o casal
Foto: Divulgação

Aprenda a explorar
Você não sabe tanto sobre o corpo de seu cônjuge como acha que sabe. Faça perguntas sobre o que dá prazer ao parceiro.

Você não lê mentes
Felizmente, ao envelhecer com seu cônjuge, você passará a conhecê-lo profunda e verdadeiramente. Mas, por mais próxima que seja a ligação de vocês, você nunca dominará os processos mentais de seu marido. Portanto, comunique- se. Faça perguntas e esteja disposta a ter respostas.

Seu cônjuge não lê mentes
Não guarde seus sentimentos em uma vasilha frágil pensando que se ele realmente se importasse, saberia como você se sente. Divida seus sentimentos, desejos e até mesmo preocupações de um modo simpático e apropriado.

Com estes princípios já estabelecidos, é hora de praticar! O livro lista situações reais e caminhos práticos para que seja possível ter sucesso no fim da Sexperiência e qual o melhor caminho para isso. Veja alguns destes passos:

1) Sente-se com seu cônjuge para definir a hora de começar sua Sexperiência, tendo em mente que nunca haverá um momento perfeito.

2) Faça preparativos antes de começar para que você possa eliminar a maior quantidade possível de obstáculos à intimidade (por exemplo, contratar babás, fazer reservas para jantar, reagendar compromissos etc.).

3) Discuta o resultado que você está esperando depois de completar sua primeira Sexperiência.

4) Tome as medidas necessárias para esclarecer qualquer atrito persistente entre você e seu cônjuge antes de começar a Sexperiência ou, pelo menos, entre em acordo com ele no sentido de que os problemas do passado não terão permissão para interferir.

5) Faça uma lista das sexculpas que impedem a intimidade em seu casamento. Discuta seus sentimentos com relação a elas e assuma o firme compromisso de que nenhuma delas será motivo para não concluir a Sexperiência.

6) Faça planos e preparativos para vencer suas sexculpas durante a Sexperiência. Escolha uma semana em que você terá menos chances de estar sobrecarregado de trabalho. Veja se as crianças têm roupa limpa o suficiente para passar a semana. Prepare as refeições e congele-as para a semana. Use seu horário de almoço para tirar uma soneca no trabalho, para que você não esteja tão cansado quando chegar em casa. Estabeleça limites para seus filhos para que eles não sejam empecilhos ao seu tempo particular com seu cônjuge. Faça tudo o que puder para demonstrar que a Sexperiência será uma prioridade e um esforço sério para manter ou restabelecer a intimidade em seu casamento.

7) Se as muitas sexculpas impedem o bom andamento da sua intimidade conjugal, adquira o hábito de observar os problemas reais que estão por trás delas e lide com isso. Pergunte para si mesmo: estou dando uma sexculpa? O que realmente está acontecendo comigo? Com nós dois? Por que estou procurando um motivo para não ter relação sexual?

Terra