inclusão de arquivo javascript

Mulher

 
 

Mães: 40% reclamam de choro dos recém-nascidos, diz estudo

Do total, 72% das novas mães afirmaram buscar conselhos de profissionais antes de o bebê nascer, sobre como lidar com o medo, ansiedade, depressão, os .... Foto: Getty Images

Do total, 72% das novas mães afirmaram buscar conselhos de profissionais antes de o bebê nascer, sobre como lidar com o medo, ansiedade, depressão, os efeitos da privação do sono e o choro da criança
Foto: Getty Images

Duas em cada cinco mães lutam para lidar com as demandas nas primeiras semanas após o nascimento do bebê e admitem ficar "irritadas" com as crianças, de acordo com uma pesquisa feita pela National Society for the Prevention of Cruelty to Children (NDPCC). Segundo o estudo, entre as principais reclamações estão o choro da criança nas primeiras oito semanas de vida. As informações são do Daily Mail.

Do total, 72% das novas mães afirmaram buscar conselhos de profissionais antes de o bebê nascer, sobre como lidar com o medo, ansiedade, depressão, os efeitos da privação do sono e o choro da criança.

As mães precisam de apoio para lidar melhor com a "turbulência emocional" de cuidar de uma criança, de acordo com Chris Cuthbert, diretor da NSPCC. "Atualmente, muito do foco da educação pré-natal é sobre a saúde física, tais como a de alívio da dor durante o parto", disse ele.

A pesquisa on-line com 516 mulheres com bebês menores de um ano descobriu que cerca de 57% delas se sentiam isoladas, sem ninguém a quem recorrer. De acordo com Cuthbert, os bebês que não são bem cuidados nas primeiras semanas de vida são mais propensos a brigar na escola, a ter problemas de comportamento e relacionamentos na vida adulta.

Terra