inclusão de arquivo javascript

Mulher

 
 

Mulheres decidem quase tudo em casa, até frequência sexual

02 de março de 2011 14h18 atualizado às 15h57

Homens admitiram depender das decisões femininas. Foto: Getty Images

Homens admitiram depender das decisões femininas
Foto: Getty Images

Patrícia Zwipp

Quem suspeita que as mulheres comandam a casa e a rotina de quem vive nela está certo. De acordo com uma pesquisa da marca Ginsters, fabricante de alimentos do Reino Unido, três quartos de todas as decisões domésticas importantes são feitas por elas. Até mesmo as decisões sobre a quantidade de relações sexuais cabem à opinião feminina, com 60% dos homens admitindo o fato.

O levantamento contou com a opinião de 3 mil casais sobre relacionamento. Constatou-se que as pessoas do sexo feminino regularmente decidem o que os dois vão comer, onde vivem, quando terão filhos, onde vão aproveitar as férias e como gastar o dinheiro.

Além disso, seis em cada 10 homens admitiram que as parceiras têm controle total sobre quando e com que frequência o casal tem relações sexuais. Dois terços disseram que são completamente dependentes delas sobre o que comer, sendo que três quartos pedem permissão antes de saborear alimentos pouco saudáveis. Mais da metade admitiu consultá-las para ingerir bebidas alcoólicas.

As mulheres ainda são mais propensas a escolher os nomes dos filhos, assim como a roupa que vão usar e em que escola estudar. Segundo o jornal Daily Mail, aos homens restam definir que carro comprar e a quais programas assistir na televisão. Quanto à TV, a conclusão até pode se aplicar ao Brasil, já em relação aos carros, não. Pesquisas do setor automotivo dão conta de que as mulheres brasileiras têm poder de decisão de até 80% na compra do carro.

Terra