inclusão de arquivo javascript

Mulher

 
 

Aprenda a conviver com a rotina no casamento

A rotina é boa para o relacionamento, desde que os hábitos sejam saudáveis. Foto: Terra

A rotina é boa para o relacionamento, desde que os hábitos sejam saudáveis
Foto: Terra

De segunda a sexta-feira suas atividades são praticamente as mesmas, ou seja, você vive uma rotina. Mas até que ponto a mesmice pode ser um fator ruim na sua vida, ainda mais quando você a divide com alguém? De acordo com especialistas em relacionamentos, a rotina pode atrapalhar o casal, mas também pode ser saudável desde que você saiba lidar com ela.

Participe:
» O que você faz para
que a rotina não tome
conta da relação?


Veja também:
» Acabe com a preguiça
na hora do sexo


"A rotina pode provocar desgaste da relação, dificuldade de comunicação e desentendimentos entre o casal", acredita a psicóloga Sueli Castillo. "Viver uma rotina não causa emoção, não traz entusiasmo e, na maioria das vezes, é o agente principal do desamor, provocando até a separação do casal", completa.

Já para a terapeuta de casais Claudya Toledo, a rotina só é prejudicial se os hábitos do casal forem ruins. "A solução não é sair da rotina, é arrumá-la", afirma.

"Se seu cotidiano for ruim, sair da rotina também será, porque na verdade tudo está péssimo no relacionamento. O diferente só será uma novidade boa se sua rotina for igualmente boa", diz Claudya. Pois, segundo a terapeuta, sair da rotina é o que traz a consciência do seu dia-a-dia.

De acordo com Claudya, o que faz o relacionamento é justamente a rotina. "O casamento segue um ritual familiar e quem controla esse ritmo é a mulher", explica.

A terapeuta compara a relação com o corpo humano. "Mesmo que seu espírito queira outra coisa, seu corpo precisa de um ritmo saudável".

"Acredito que temos que ter uma organização doméstica, horários que devemos cumprir, mas isso não é rotina e sim um método que cada casal encontra para organizar seus compromissos familiares, profissionais e sociais", define a psicóloga Sueli Castillo.

Para a psicóloga, a rotina é um inimigo silencioso. "É preciso quebrar a mesmice diária, usando a criatividade. Estar atenta a si própria, ao companheiro e principalmente aos reflexos que essa situação promove", aconselha.

Serviço:
Claudya Toledo - terapeuta de casais
Telefones: (11) 5572-1857 e (19) 3255-0676
Email: claudyatoledo@a2encontros.com.br
Endereço eletrônico: www.a2encontros.com.br

Sueli Castillo - psicóloga
Telefone: (11) 3045-1737
Email: suelicastillo@terra.com.br

Redação Terra