inclusão de arquivo javascript

Mulher

 
 

Decoração para o quarto do bebê

Escolha peças realmente úteis, fáceis de limpar e que não possam ser engolidas pelos pequenos e adote um estilo de decoração para não misturar idéias. Foto: Terra

Escolha peças realmente úteis, fáceis de limpar e que não possam ser engolidas pelos pequenos e adote um estilo de decoração para não misturar idéias
Foto: Terra

Decorar o quarto do seu pimpolho, principalmente se for o primeiro, é uma tarefa que pode atormentar qualquer pai ou mãe que não seja especialista no assunto. Nessa hora, família e amigos passam a dar palpites e confundem ainda mais os planos da decoração. O jeito é apelar para o bom-gosto e para as recomendações da Sociedade Brasileira de Pediatria, que dá dicas de como evitar acidentes domésticos com a mobília ou enfeites.

Peças para decorar

As orientações são simples: compre o que está dentro do seu orçamento, escolha peças realmente úteis, fáceis de limpar e que não possam ser engolidas pelos pequenos e adote um estilo de decoração para não misturar idéias. "Tentamos descobrir do que os pais gostam. Pode ser brinquedos, animais ou bonecas. A partir daí, começamos a criar a decoração", revela a decoradora da Rastro de Tinta, Sueli Camargo Mattos.

Outro detalhe importante é sobre a disposição dos móveis e do berço. "O foco do quarto do bebê é o berço, que deve ser a primeira coisa a ser vista. A cômoda e a cadeira para amamentar também merecem atenção. É importante que os objetos sejam pedagógicos e estimulem a criança", completa Sueli, que também é pedagoga.

A criatividade fica por conta dos objetos de decoração e dos brinquedos escolhidos para compor o ambiente. Bonecos, palhaços, quadros, laços, almofadas, fadas e bichinhos de pelúcia fazem toda a diferença entre um ambiente aconchegante e um outro sem graça.

Redação Terra