inclusão de arquivo javascript

Mulher

 
 

Conselheiro amoroso chega a cobrar R$1,2 mil para ensinar a seduzir

12 de junho de 2009 13h07

Uma das táticas de conquista que dá certo, segundo especialista, é olhar fixamente para o outro por 5 segundos. Foto: Getty Images

Uma das táticas de conquista que dá certo, segundo especialista, é olhar fixamente para o outro por 5 segundos
Foto: Getty Images

Patricia Zwipp


Ajudar homens solitários a conquistar a mulher dos sonhos é o trabalho do personagem de Will Smith em Hitch - Conselheiro Amoroso. No filme, o acompanhamento personalizado consiste em conselhos para manter uma boa conversa, identificar o melhor momento para o primeiro beijo e, principalmente, como não fazer feio na frente da pessoa amada. Esse tipo de serviço não existe apenas nas telonas. Muitos conselheiros amorosos profissionais dão uma mãozinha na complicada arte da sedução.

» Chat: tecle sobre a notícia
» vc repórter: mande fotos e notícias

Alexander Voger é um Hitch real. Junto com dois amigos criou a empresa Seduction Life no último ano, que auxilia exclusivamente rapazes na empreitada de se sair bem na paquera ou na hora de melhorar o relacionamento atual. "Entrei em um fórum internacional na Internet sobre o assunto e foi lá que conheci um dos meus sócios. Começamos a sair e a testar as técnicas americanas. Vimos o que se encaixava ou não na nossa realidade, além de descobrir coisas novas."

Os principais erros cometidos por pessoas do sexo masculino no momento de investir em alguém, de acordo com o profissional, são pouca atitude, excesso de ansiedade na aproximação, falar pouco ou demais, demonstrar insegurança e começar a conversa de maneira negativa. Para reverter o quadro nada favorável, estimula 30 fatores aos grupos que participam de seminários e workshops. "As mulheres gostam de humor inteligente, positividade, criatividade, demonstração que tem interesse de fato em conhecê-la melhor." E fica a dica: esqueça as cantadas prontas.

Portanto, o consultor dá conselhos sobre bate-papo, linguagem corporal e postura, entre outros quesitos, que prometem desenvolver a parte social e somar pontos também no trabalho, estudo e amizade. Os solteiros de plantão ainda têm a oportunidade de testar os novos conhecimentos em lugares públicos sob os olhares de seu tutor sentimental.

Enquanto o Hitch fictício, mesmo com sua vasta experiência, se atrapalha todo quando se apaixona, Voger acredita que seu trabalho colaborou para iniciar e manter o atual namoro, de três anos. "Um amigo em comum nos apresentou e as técnicas me tornaram naturalmente atraente", conta.

Cupido
Claudya Toledo, diretora da agência de relacionamentos A2 Encontros, se considera um cupido profissional. Antes mesmo de montar a empresa, em 1993, aproximava as pessoas naturalmente. "É a minha missão. Sou formada em Publicidade, deixei essa carreira de lado e me formei terapeuta."

Além da agência que cruza cadastros e indica aos solitários opções de parceiros compatíveis, escreveu dois livros com dicas sobre o assunto (Manual da Cara-Metade e Eles São Simples, Elas São Complexas, lançado neste mês), oferece workshops e atendimento individual a alguns clientes. Claudya garante que, na média, 47% das pessoas que participaram do workshop Cara-Metade em 2008 conseguiram um cobertor de orelha rapidinho.

Um de seus principais conselhos é entender que os homens são visuais e as mulheres auditivas. Portanto, as moças têm de investir no visual, enquanto os rapazes devem mostrar que são bons de papo. E de que adianta se interessar por alguém, se não demonstra? Dê sinais ao parceiro em potencial. Segundo Claudya, o olhar flecha, que consiste em fixar os olhos na pessoa por cerca de cinco segundos, é um boa aposta. Depois do olhar para lá de convidativo, as mulheres devem sorrir e, os homens, passar a mão no queixo.

"Acredito que a maior dificuldade que as pessoas têm para encontrar um namorado hoje é porque começam primeiro com as questões sexuais e, depois, as amorosas. E isso deve ser feito ao contrário. É preciso despertar a atenção, elogios e, após essa conexão, partir para algo mais físico. Não é começar beijando na balada que vai rolar namoro", afirma.

Os consultores amorosos garantem que a chave para aumentar as chances de encontrar alguém depende de prestar atenção nesses hábitos citados. Mas, é claro que uma ajudinha da sorte é sempre bem-vinda, não? Santo Antônio que o diga. O pobre é deixado de ponta cabeça para agilizar o processo, principalmente em junho, quando é comemorado o seu dia.

Serviço
A2 Encontros
Workshop (com duração de três dias) - R$ 1200 por pessoa
Atendimento individual - R$ 500 por hora
Informações: www.a2encontros.com.br, www.claudyatoledo.com.br, (011)5572-1857, (021)2545-7543, (019)3255-0676 ou (031) 3568-1923

Seduction Life
Workshop (com duração de três dias) - R$ 450, na média, por pessoa
Seminário (um dia) - De R$ 50 a R$ 100 por pessoa
Informações: www.seductionlife.com.br ou (011) 3717-3200

Especial para Terra