inclusão de arquivo javascript

Mulher

 
 

Designers cariocas expõem objetos premiados em Milão

19 de abril de 2009 18h03 atualizado em 20 de abril de 2009 às 18h36

Criada pelo designer Roberto Hirth, a Cadeira Aviador tem inspiração nos aviões da década de 1950. Foto: Divulgação

Criada pelo designer Roberto Hirth, a Cadeira Aviador tem inspiração nos aviões da década de 1950
Foto: Divulgação

Milão vai receber a Rio + Design, uma exposição com objetos de designers cariocas. As 50 peças premiadas internacionalmente fazem parte de uma das mostras paralelas ao Salão Internacional do Móvel, um dos eventos mais importantes do setor no mundo, que acontece de 22 a 27 deste mês, na cidade italiana.

» Veja fotos das peças
» vc repórter: mande fotos
e notícias

» Chat: tecle sobre o assunto

Encabeçada pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços do Rio de Janeiro (Sedeis), em parceria com o CasaShopping, Sebrae/RJ, Câmara de Comércio e Indústria de Milão, a TAM, a Apex e a Morar Mais por Menos, a exposição ocupará o espaço Porticato, no Palazzo Affari ai Giureconsulti, ao lado do Duomo, na Piazza Mercanti, e ficará aberta à visitação das 12h às 22h.

Os objetos foram desenhados por designers renomados do Rio do Janeiro, como Sergio Rodrigues, Mendes Hirth, Fred Gelli, Jaakko Tamela, Antonio Bernardo, Claudia Moreira Salles, Guto Índio da Costa, Taciana de Abreu e Silva, Marcela Albuquerque, Carlos Simas, Marcos Oliva, Thiago Maia, Carlos Alcantarino, Fernando Jaeger, Angela Carvalho, TT Leal, Gilson Martins, Maria Helena Torres, Cirlei Santos, Mônica Carvalho, Eduardo Cronemberger e Diogo Lage.

Essa seleção de nomes e peças foi feita por membros do conselho consultivo de design, que integra o programa Rio é Design, da Sedeis. O critério da escolha se baseou nas premiações internacionais IF Design (alemão), Idea (americano), Museu da Casa Brasileira (SP) e Móvel Sul (RS).

Além de divulgar o trabalho dos designers cariocas, o evento pretende alavancar os negócios. A meta da Secretaria de Desenvolvimento do Estado é ampliar em 30% o volume de negociações do setor no Rio, para transformá-lo em um pólo de design. A expectativa é receber 300 mil visitantes, entre italianos e estrangeiros, nos seis dias de mostra.

Especial para Terra