0

Veja dicas para evitar problemas nas patas de cachorros

Saiba como manter as patinhas do seu cão saudáveis e longe de causar acidentes no dia a dia do pet

14 mai 2014
10h36
  • separator
  • comentários

Usadas o tempo inteiro, as patas dos cães são regiões que merecem bastante cuidado e atenção, já que, quando não é bem cuidada, a área pode ser responsável pelo surgimento de uma série de problemas na vida e na saúde dos cachorros. Base para as caminhadas, passeios, pulos e brincadeiras dos pets caninos, as patinhas são essenciais para que os cães possam crescer e se desenvolver de forma saudável e feliz.

Foto: Getty Images

Embora muitos donos de pets não se atentem à esse tipo de detalhe, cortar as unhas das patinhas caninas com frequência é uma ação fundamental para a saúde dos cães. Quando muito compridas, as unhas podem machucar o animal enquanto ele anda, fazendo com que sua mobilidade seja prejudicada.

Causando dor e machucados relevantes nas patas, as unhas caninas longas demais também podem provocar problemas muito além dos machucados - levando em conta que, com a mobilidade prejudicada, o animal passa a se mexer com uma angulação errada, e isso pode causar danos em seu corpo que vão muito além das patas.

Além do corte das unhas, para que o seu pet possa contar com patinhas à prova de acidentes, é essencial que tosas higiênicas sejam realizadas de tempos em tempos – retirando a pelagem de comprimento exagerado da região para evitar acidentes que envolvem escorregões em função de pisadas nos pelos mais compridos.

Outra parte que merece grandes cuidados e atenção na região é o coxim (a almofadinha localizada na sola das patas). Em contato direto e constante com as mais variadas superfícies, os coxins ficam expostos à todo tipo de ambiente e ocorrências, e é preciso ficar de olho nos locais por onde o seu pet irá passear – já que, dependendo do tipo de solo, o uso de algum tipo de proteção pode ser indicado.

Uma boa opção para evitar problemas é a de, sempre que for passear com seu animal no sol ou no clima muito frio, colocar a palma da mão no chão e esperar cerca de dez segundos para verificar se a temperatura é suportável para o animal passear.

Embora sejam recriminados por muitos, os sapatinhos para cães podem ser acessórios salvadores em momentos onde há algum perigo para as patinhas e coxins dos animais – impedindo que se cortem em locais com vidros ou pedregulhos,ou até que queimem a sola das patas no chão muito quente (ou muito frio, como no caso dos países onde a neve cobre o solo de cidades inteiras durante um período determinado de tempo).

No entanto, é importante lembrar que esse tipo de acessório só deve ser usado em casos onde há perigos reais para as patas dos cachorros e quando o animal consegue se adaptar bem à ele – já que forçar o uso dos sapatinhos nos cães em situações desnecessárias também pode acarretar uma série de problemas adicionais para as patinhas caninas.

Além das ocorrências geradas em função da falta de cuidado, as patas caninas também podem sofrer com complicações motivadas por desequilíbrios hormonais, alergias e problemas de pele, por exemplo – sendo que mordidas e lambidas constantes na região são os principais sintomas de que há algo de errado com a área; portanto, ao notar esse tipo de sinal, não hesite em levar seu pet para uma consulta com um profissional veterinário.

Acesse o link e saiba conde encontrar produtos e acessórios de para o seu pet.

Matéria validada pelo Dr. Ricardo Tubaldini (CRMV – SP 23.348), Médico Veterinário formado pela Universidade Paulista e Cirurgião Geral e Ortopedista em Hospital Veterinário de São Paulo. Dr. Tubaldini é Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato.

Curso de patologia veterinária de cães e gatos Curso de patologia veterinária de cães e gatos
Aprenda um pouco mais sobre a saúde de cães e gatos e saiba como cuidar melhor do seu amiguinho. Curso certificado pelo MEC por apenas R$ 29,90

Cachorro Gato

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade