Comportamento

publicidade

Estresse pode ser contagioso e mulheres são mais vulneráveis

Estresse pode passar de uma pessoa para outra como se fosse uma doença contagiosa
Foto: Getty Images
Patricia Zwipp

Em seu trabalho, você se senta próximo de alguém que reclama de tudo? Você o escuta pacientemente? Se as respostas foram positivas, cuidado! De acordo com um estudo da Universidade do Havaí, nos Estados Unidos, o estresse "passa" para outras pessoas, como uma doença contagiosa. E as mulheres são mais vulneráveis.

A psicóloga Elaine Hatfield constatou que à medida que uma pessoa absorve o estresse da outra, pode começar a se sentir estressada e a se concentrar em questões que possam incomodá-la. Em parte, assume-se o estado emocional do amigo como uma tentativa de se identificar com ele. Fora isso, o fluxo constante de palavras de descontentamento atua como um depressor para quem ouve.

Assim como se suga o padrão de pensamento negativo alheio, é possível apresentar inconscientemente a linguagem corporal de alguém estressado. "As pessoas parecem capazes de imitar expressões faciais, vocais e posturais rapidamente. Como consequência, são capazes de se sentirem dentro das vidas emocionais dos outros de forma surpreendente", disse Hatfield.

As mulheres estão no grupo de maior risco de "contágio" porque tendem a estar mais em sintonia com os sentimentos de quem as rodeia. Os dados foram divulgados pelo jornal Daily Mail.

Ponto a Ponto Ideias