0

Barriga indica sexo do bebê: estudos provam o que a avó já dizia

  • separator
  • 0
  • comentários

Quem cresceu na companhia de uma avó, com certeza, ouviu dicas e recomendações sobre a saúde do tipo "mel é bom pra tosse" ou "canja faz bem para curar a gripe". Outras frases, como "quando casar, sara", também faziam parte do repertório das senhoras que não tinham à disposição um grande acervo de informações testadas de maneira científica. Pois algumas dessas teorias foram verificadas e muitas são verdadeiras. Confira o que as pesquisas mais recentes descobriram sobre o que diziam as nossas avós.

Mel é bom pra tosse
A informação foi considerada verdadeira por uma pesquisa realizada por médicos israelenses em 2012. Segundo análise feita no Pediatric Community Ambulatory Care Clinic, mel é eficiente para amenizar em crianças a tosse associada a resfriados comuns e uma ou duas colheres antes de dormir são indicadas. "A tosse gerada por vírus é geralmente uma doença restrita. No entanto, os pais preferem intervir. Isso normalmente leva ao uso de medicamentos que podem oferecer riscos de overdose", disse Herman Avner Cohen, líder do estudo, à revista Pediatrics.

O estudo clínico realizado com 300 crianças entre 1 e 5 anos foi publicado com a citação de outras pesquisas que investigaram a eficiência do mel no alívio da tosse. Uma das hipóteses e a de que os nervos que controlam a tosse são próximos dos que identificam o sabor doce, o que poderia potencializar a ação de substância do tipo. Já outros autores acreditam que a consistência do mel ajuda na salivação, ajudando a combater a tosse.

Formato da barriga indica sexo do bebê
Segundo a jornalista Jena Pincott, autora do livro Chocolate Lovers Have Sweeter Babies?: The Surprising Science of Pregnancy (Amantes de chocolate têm filhos mais doces?: A Surpreendente Ciência da Gravidez), a informação é verdadeira, mas há outra forma que dá uma informação mais certeira. Ela afirma que mais do que uma barriga alta indicar que se trata de um menino e de uma barriga mais esparramada para as laterais dar pistas de que o bebê será menina, as grávidas de meninas desenvolvem seios maiores, e ela dá até os números: 8 cm na comparação com 6,3 cm de grávidas de meninos. Jena explica que o feto masculino produz mais testosterona e exige mais energia da mãe, pois irá ficar maior e essas condições suprimem o crescimento dos seios. Será que as avós percebiam isso também?

Sopa de galinha cura resfriado
Sim, vovó tinha razão, segundo pesquisa do Centro Médico da Universidade de Nebrasca, nos Estados Unidos. A receita testada levava frango, cebolas, batata-doce, nabo, mandioquinha, salsinha, cenoura e salsão. Testes foram feitos em laboratório para descobrir o que ajudaria a combater a doença e a constatação foi a de que o caldo de frango é a chave. O líquido combate a produção de muco e ajuda a melhorar a respiração  durante o resfriado. Ainda foram testadas na ocasião 13 sopas prontas, de diferentes marcas e quase todas ofereciam o mesmo benefício.

Chá de camomila acalma os nervos
Um grupo de pesquisadores da unidade de Pesquisa em Depressão da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, quis verificar a eficácia da bebida, e testou o extrato da planta em pacientes que sofriam de transtorno de ansiedade generalizado, de forma leve ou moderada, caracterizada por nervosismo que atrapalha as atividades diárias. Os participantes foram monitorados fisiologicamente (exames de sangue, urina, batimento cardíaco etc) e submetidos a cada semana do estudo a quatro diferentes questionários/avaliações usadas comumente na clínica médica para indicar sintomas “estruturados” de ansiedade.

Depois de oito semanas consecutivas, os pesquisadores perceberam uma redução da ansiedade nos pacientes que tomavam camomila em comparação com o grupo que tomou placebo (de verdade), em diversos dos parâmetros medidos. O trabalho criterioso de validação científica de uma planta medicinal foi publicado no Journal of Clinical Psychopharmacology.

Quando casar, sara
A frase usada para tudo, desde arranhões até desilusões amorosas, é verdadeira, no sentido de melhorar a qualidade de vida das pessoas após o enlace. Um estudo realizado em sete países europeus identificou que o casamento melhora o humor, a dieta e ainda ajuda a aumentar a expectativa de vida. Uma relação estável reduz os riscos de morte prematura em 15%. E quanto mais o casamento durar, maiores os benefícios. A pesquisa foi divulgada pelo British Medical Journal e mostrou que pessoas casadas e não apenas a que moram juntas desfrutam dessas melhorias. "O compromisso parece oferecer uma rede de relações de apoio e colaboração, começando com o parceiro, levando a um estilo de vida mais saudável e melhor saúde física e emocional", disse o médico John Gallacher, da Universidade de Cardiff. Segundo o pesquisador, os homens acumulam mais benefícios físicos, enquanto as mulheres ganham saúde mental.

Bebês crescem durante o sono
Se você ouvia sua avó dizer que estava maior depois de dormir, saiba que ela deveria ter razão.  Uma pesquisa do Departamento de Antropologia da Universidade Emory, em Atlanta, no estado de Georgia, nos Estados Unidos, mostrou que crianças dormem 4,5 horas a mais durante dois dias antes de dar uma esticada, além de três sonecas por dia. A pesquisa, publicada na revista Sleep, ainda aponta que o crescimento acontece dentro das primeiras 48 horas do aparecimento da necessidade de mais sono e que as chances de crescimento crescem em 43% a cada cochilo tirado. Segundo a médica autora da pesquisa, Michelle Lampl, o crescimento não apenas ocorre durante o sono, mas é influenciado por ele. "Ajuda os pais a entender o comportamento da criança e seus padrões", disse ao jornal Daily Mail.

Fonte: Ponto a Ponto Ideias Ponto a Ponto Ideias
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade